A PAIXÃO PODE EVITAR ALCOOLISMO

Em um estudo feito na Universidade de Sydney, na Austrália, os pesquisadores chegaram à conclusão de que pessoas apaixonadas não conseguem ficar bêbadas independente da quantidade ingerida.
Os testes foram feitos em ratos: eles encheram os pobres bichinhos de oxitocina (que é o que acontece com a gente quando estamos apaixonados, temos um orgasmo ou no parto) e muito álcool.

Os ratos “apaixonados” (aqueles que receberam a oxitocina) se comportaram igualzinho aos ratos sóbrios (sem álcool e sem o calor da paixão). Já os não “apaixonados” que receberam álcool ficam caídos no canto das gaiolas. A diferença entre o comportamento foi tão grande que os pesquisadores não conseguiam acreditar que os ratos apaixonados também tinham recebido álcool. Mais uma prova que o amor e mais insano que os efeitos de algumas boas doses.

11664975_658997947564718_564540582_o

Por: Butecando
Fonte: oglobo.globo.com